Font Size Larger Font Smaller Font

Esta circular foi escrita nos anos 80, quando uma violenta campanha de difamação repleta de calúnias foi divulgada pelo extinto jornal Correio de Notícias (a história completa está no livro O Tempo - Reconhecimento oficial e definitivo da identidade de INRI CRISTO pelas autoridades terrestres), causando um processo de falsidade ideológica contra INRI CRISTO que se arrastou por quinze anos e resultou, em 24/10/2000, no reconhecimento oficial e definitivo de sua identidade pelas autoridades terrestres.

Assim falou INRI CRISTO:

"Estou atravessando mais uma tempestade e, enquanto os maus ventos sopram, as autoridades terrestres, novamente coagidas pelos fariseus (mesmo sem perspectiva de crucificação), questionam minha identidade. Nasci por último para ser o primeiro, primeiro e único. Antes de mim, meu PAI, SENHOR e DEUS, CRIADOR do Universo e de todas as coisas significativas, criou as bestas, os répteis, os insetos, as aves e todos os seres viventes que compõem o mundo animal, conforme está escrito no livro de Gênesis. Eu vim por último para ser o primeiro e único. Sim, primeiro e único porque os animais sempre foram e serão conhecidos como criaturas de DEUS. Estão e sempre estarão sujeitos à minha autoridade (Gênesis cap.1 vers.28), e todos os seres humanos são meus descendentes. Todavia, só é digno de ser considerado filho de DEUS aquele que eu reconheço como filho, porque meu PAI e eu somos uma só coisa; e os outros, por remanescerem recentemente da condição bestial, ainda conservam costumes, tendências e comportamento no cotidiano de acordo com suas condições primitivas em conseqüência de ainda não haverem evoluído espiritualmente, apesar de portarem precocemente invólucro carnal semelhante ao de meus filhos.

Meus filhos queridos e benditos, não vos submetais aos constantes ataques do demônio, que acirradamente vos assedia tentando vos questionar: "Por quê? Por quê? Por quê?". Pois, no passado, foi com esta palavra que ele arrastou Judas Iscariotes, perguntando-lhe: "Por que não vender o ungüento por 300 denários e dar aos pobres?" (João cap.12 vers.5). Neste século, o satã tenta povoar a cabeça dos homens, formulando sempre a mágica questão: "Por quê? Por quê? Por quê?". E eu, agradecido a meu PAI, utilizo a arma do satã contra eles mesmos, porque é justo quando me questionam: "Por quê? Por quê? Por quê?" que eu identifico os filhos que permanecem fiéis dos que se submetem ao domínio do príncipe das trevas. Pois os meus filhos legítimos, autênticos e verdadeiros não se deixam assaltar por nenhum pernicioso "Por quê?"; uma vez que eu lhes ensinei, eles têm consciência de que os mistérios de DEUS são insondáveis e que DEUS escreve direito mesmo que por linhas tortas, enquanto Judas Iscariotes, que era o filho da perdição, escutou quando o sacerdote, endemoninhado, disse-lhe que se eu fosse o Filho de DEUS não praticaria violência açoitando os vendilhões do templo. E os judas menores vociferavam: "Se ele fosse o Filho de DEUS, não seria um glutão e beberrão!"; outros percevejos resmungavam: "Se fosse o Filho de DEUS, não comeria na mesa com os pecadores!"; e outro disse: "Se este fosse profeta, saberia que esta mulher é uma pecadora e não a deixaria tocar em seus pés!" (Lucas cap.7 vers.39).

E neste século, possuídos pelos demônios, perguntam: "Se ele fosse o Filho de DEUS, quebraria sua própria estátua? Haveria expulsado os sacerdotes da catedral de Belém? Se ele é o Filho de DEUS, por que foi preso? Por que come? Por que bebe? Por que viaja de avião? Por que anda de kombi? Por que dorme? Por que sofre? Por que voltaria a pôr os pés nesta terra imunda? Por que precisa de dinheiro? Por que precisa de muros em volta de sua casa? Por que comprou cadeira para sentar? Por que compra sabão para lavar a túnica? Se fosse o Filho de DEUS, não precisaria lavar a túnica, não precisaria comer e beber, nem de cadeira para sentar; não precisaria de gasolina, kombi, casa, muros... enfim, não precisaria de nada!" Assim passam a pensar os infelizes que caem nesta emboscada satânica e começam a julgar meus atos, usurpando minha condição de árbitro, esquecendo que sou o único juiz enviado pelo ALTÍSSIMO.

Para que os adeptos e simpatizantes da palavra "Por quê?" se revelem, se mostrem com sua verdadeira face desmascarada, DEUS, meu PAI, bondoso e perfeito, de tempo em tempo patrocina uma tempestade; propiciando, assim, a identificação dos eleitos, que permanecem ainda mais próximos de mim. Enquanto o fenômeno atmosférico ameaça e sacode a arca que está sob meu comando, aparentando um iminente naufrágio, os ratos e demais bestas saltam para fora da arca com a cabeça repleta de: "Por quê? Por quê? Por quê?" e sucumbem, vítimas da palavra ditada pelo satã, o qual, gargalhando, se deleita, apreciando o aumento numérico de seus escravos que, tarde demais, percebem que estariam em segurança no interior da arca. É quando surge para eles o derradeiro "Por quê?": "Por que DEUS, que é nosso PAI, permitiu que nos equivocássemos?". A única resposta correta é que esta arca, por hastear a cruz e a estrela de David e simbolizar o reino de DEUS, é diferente da arca construída nos tempos de Noé e não pode abrigar em seu interior nenhum animal, nenhuma besta. Ela só pode, neste século, aportar em seu interior os 144.000 filhos de DEUS eleitos herdeiros do reino de DEUS (Apocalipse cap.7 vers.4).

É por esta razão que, apesar da minha dor, estou agradecido a meu PAI que de vez em quando promove uma tempestade igual a esta que estou atravessando, poupando-me da desagradável tarefa de expulsar os insetos e as bestas para o exterior da arca. Ao mesmo tempo, faculta-me conhecer melhor a diferença entre meus filhos e os intrusos, aventureiros e espiões do satã, tornando-me exímio conhecedor destes dois extremos, posto que meus filhos me perguntam diretamente e pessoalmente o porquê das coisas, recebendo sempre a resposta em forma de ensinamento; e na minha ausência, porque permanecem fiéis a mim, não permitem nenhum "Por quê?", enquanto os servos do satã aproveitam justo a minha ausência para tentar povoar com milhares de: "Por quê"? a mente dos meus filhos que não estiverem alerta. É justo por este motivo que eu adverti: "Orai e vigiai para que ninguém vos engane..."

Se vedes em mim alguma coisa ou ato aparentemente faltoso e injustificável, o erro não está em mim e sim na maldosa ótica de vossa visão. Em mim não pode haver erro porque sou puro e vim sem livre arbítrio a este mundo só para executar a vontade do Ser Supremo e perfeito que me enviou. E, quando ousais julgar-me, estareis sendo julgados por Ele, meu PAI, SENHOR e DEUS, que é em mim.

Em verdade, em verdade vos digo: só concedo minha amizade, meu amor, minha atenção, minha bênção e minha paz àqueles que voluntariamente afirmam crer em mim; a estes, além de os incluir em minhas orações, dou, se preciso for, minha vida. E, a partir do momento em que por atos, gestos e ou palavras alguém demonstra crer em mim, eu abro as portas de meu coração e deixo que prive de minha intimidade como filho que passa a ser desde então sem distinção de cor, riqueza, idade ou estatura. No entanto, é na hora em que os maus ventos sopram, culminando com uma tempestade como esta que estou atravessando, que eu fico sabendo quem são verdadeiramente meus filhos. Porque alguém que disse e demonstrou crer em mim, com isto obtendo a chave da porta do meu coração, passando a privar da minha intimidade, e no momento da tempestade sobe à janela da arca com intenção de saltar ou é incoerente, ou enlouqueceu, ou jamais me amou com sinceridade, ou é um traidor filho da perdição igual Judas Iscariotes. E os que dizem ou aceitam ouvir o satã dizer: "Se ele fosse CRISTO, a tempestade não o atingiria!" se assemelham aos que disseram: "Se ele fosse o Filho de DEUS, DEUS o salvaria e ele não seria crucificado!" (sempre me julgando e querendo interpretar ao bel-prazer o plano de DEUS).

Só as pessoas sem caráter se deixam abalar em suas convicções mudando constantemente de modo de pensar, em flagrante demonstração de desequilíbrio mental. E os meus filhos que são dignos de serem chamados de filhos de DEUS haverão de ser identificados mesmo em meio a uma multidão de degenerados e órfãos da espiritualidade pela força de irreversível convicção, pela austeridade do caráter, pelo equilíbrio nos atos e pela dignidade nas palavras, principalmente ao dizer: "Sim sim, não não; isto é ou isto não é." Quem não tem autoridade para sustentar a palavra não merece ser levado em consideração e nem é digno de privar de minha intimidade, porque vale dizer mais uma vez: "Quem não é comigo é contra mim". E, assim como é no fogo que se experimenta o ouro, é no sofrimento que se conhecem o interior dos seres humanos e as verdadeiras intenções. No sofrimento os grandes espíritos elevam-se acima de si mesmos e praticam atos louváveis e os espíritos mesquinhos se revelam, desnudando a falsa indumentária de bondade.

A finalidade desta mensagem é propiciar a cada um a identificação e posição: os autênticos filhos de DEUS permanecem altivos e mais convictos que nunca no interior da arca e as bestas e os animais menores terão saltado fora ao final da tempestade.

E se alguém porventura ao receber esta mensagem estiver posicionado por indecisão em cima da janela da arca (local proibido de permanecer porque no reino de DEUS não existe meio termo nem "talvez" - Lucas cap.11 vers.23) com a cabeça impregnada de dúvidas e aureolada de "Por quê? Por quê? Por quê?", esta mensagem é o próprio sopro divino que o fará descer de vez ou para o exterior igualando-se aos que me levaram à cruz, ou para o interior da arca juntando-se a mim e aos demais tripulantes fortalecendo-se em orações e comungando num só pensamento, conscientes de que um só é o caminho, uma só é a verdade e uma só é a luz que ilumina o caminho que leva à imortalidade, no éden, junto ao PAI Celeste, CRIADOR do céu e da terra e único SENHOR do Universo."

Quem divulgar esta mensagem será agraciado com bênçãos do céu.

anuncio inri tv menor

DOAÇÕES À SOUST

Veja como participar da
missão de INRI CRISTO

Para refletir...

Font Size Larger Font Smaller Font

"Se o lugar onde viveis não for digno, vós o dignificareis com vossa presença; se não for belo, vós o embelezareis com vossa luminosidade."

INRI CRISTO

Newsletter da SOUST

Digite seu e-mail:


RSS Feed Image Inri Cristo via RSS

Depoimentos

As palavras de INRI CRISTO refletem o mais elevado estado de lucidez, coerência, realismo. Que as mensagens de INRI neste site possam tocar os corações e iluminar as consciências. Num mundo conturbado pela violência, incompreensão, preconceitos, antagonismos... é necessário abrir as portas da espiritualidade para desfrutarmos momentos de alegria e paz interior, que nos fortalecem e nos tornam mais humanos.

Adeí Schmidt
Discípula de INRI CRISTO, Brasilia
Sep 16, 2011

Visitantes online

Nós temos 47 visitantes online

Redes sociais:

  • Facebook Page: 139052659514125
  • Flickr: inricristo
  • Twitter: _INRICRISTO
  • Vimeo: 27506247
  • YouTube: INRICRISTOnaWeb

banner app inricristonaweb

SOUST - Uma escola mística e filosófica

A SOUST é uma Escola Mística e Filosófica onde o Mentor Regente INRI CRISTO ensina os seres humanos a viver harmoniosamente em simbiose com DEUS, coerente com o que disse há dois mil anos e suas palavras valem para sempre: "Buscai, pois, o Reino de DEUS e sua justiça, e todas as outras coisas vos serão dadas por acréscimo" (Mateus c.6 v.33).

Leia mais

 

Como participar da missão de INRI CRISTO?