Font Size Larger Font Smaller Font

Assim falou INRI CRISTO:

“Na continuidade de minha peregrinação sobre a Terra, depois de passar por todos os países da América Latina (à exceção de Cuba, que na época não tinha relações diplomáticas com o Brasil), em 1980 embarquei rumo à Europa com destino a Madri. Lá eu falei ao povo em frente ao Edifício del Corte Inglés, onde fui detido. Os policiais me coagiram a ir até o hotel trocar de roupa, mas eu disse que não tinha outra roupa; aquela era minha única vestimenta. Então me conduziram até o chefe da Guarda Nacional, que, ao invés de prender-me, disse: “En España Cristo puede hablar donde quiere”.


edificio-el-corte-ingles-1edificio-el-corte-ingles-2

Edifício del Corte Inglés, na Calle Preciado, centro de Madri, onde INRI falou ao povo


Cumprida minha missão na Espanha, segui para Lisboa, em Portugal, onde falei ao povo na praça do Rossio e a mídia lusitana noticiou minha passagem pelo país.


jornal-portugal-hojebJornal Portugal Hoje registrando a passagem de INRI CRISTO por Lisboa – 02 de agosto de 1980

(clique na imagem para ampliar)

 

Meu próximo destino era Londres. Optei ir por terra, de trem, até para conhecer melhor a paisagem europeia. Só não me informaram que era necessário mudar de trem algumas vezes até chegar à Inglaterra. Depois de passar alguns percalços nesse trajeto, quando finalmente cheguei a Dover, os policiais da alfândega, confiscando meu passaporte, me separaram dos demais passageiros, alegando que eu não podia ir a Londres. Falei com eles em espanhol. Eles estavam obedecendo ordens, mas após longo diálogo, disseram que se o superior deles pudesse falar comigo, ele me deixaria entrar no país. Então eu lhes respondi:

“Vocês obedecem aos vossos superiores, eu só obedeço meu PAI. E meu PAI mandou-me ir a Londres. Mas Ele me fez saber que se vocês têm poder para me impedir de ir a Londres e estão me expulsando, então vocês têm que me custodiar até onde acharem que devo ir”.

Até para preservar minha dignidade, eu disse que eles não podiam simplesmente me mandar de volta; tinham que oficializar minha expulsão. Foi então que me custodiaram de barco através do Canal da Mancha, desde o porto de Dover, na Inglaterra, até Calais, na França. Lá chegando, as autoridades inglesas entregaram meu passaporte e, portanto, minha custódia à Polícia Francesa, que me deu boas vindas e permitiu minha entrada no país dos apátridas.

A princípio, deu a impressão que fosse um surto de fanatismo dos ingleses, que eles temeram minha presença pensando que eu fosse um emissário de Roma com a intenção de tentar anular a decisão revolucionária de Henrique VIII, ou coisa parecida. Ironias à parte, mais tarde os franceses me deram a saber que na Inglaterra existe uma herança legada em 1968 por um professor inglês aposentado chamado Ernest Norman Digweed, falecido em 1976. Então de repente os ingleses pensaram que eu estivesse indo lá demandar essa herança, quando na verdade não quero nada de ninguém, não estou buscando herança de ninguém; a minha herança já recebi do PAI. Mas se um dia resolverem entregar esse legado a quem de direito é, vou aceitar que depositem o valor na conta da SOUST, e com esse recurso será construída uma capela para receber os filhos que vem do mundo inteiro me visitar. Já que Ernest Digweed teve a intuição de que o Filho do Homem voltou à terra de carne e osso, nada mais justo do que prestar uma homenagem póstuma a esse nobre inglês”.


 

Testamento original deixado por Ernest Norman Digweed

last-will-ernest-digweed-1b

 

Fonte: http://facend.info/intro/E_N_D/ENDWill.htm

(clique na imagem para ampliar)


 

TRADUÇÃO:

ÚLTIMO TESTAMENTO DE ERNEST NORMAN DIGWEED

 

EU, ERNEST NORMAN DIGWEED, na 48 Samuel Road Portsmouth Hampshire England, deixo este como meu último testamento, e por este meio revogo todos os outros testamentos.

 

EU APONTO o Comissário Público como testamenteiro e curador deste meu testamento, e entrego a ele todo o meu patrimônio, e submeto ao pagamento de meus justos débitos, o qual ele deverá investir em seguros fiduciários num prazo de oitenta anos a partir da data do meu falecimento.

 

SE durante esses oitenta anos o Senhor Jesus Cristo vier reinar na terra, então o Comissário Público, ao obter prova que deverá satisfazê-lo quando à Sua identidade, deverá pagar ao Senhor Jesus Cristo toda a propriedade que ele tiver em nome de meu patrimônio.

 

O Comissário Público deverá permitir que as rendas dos meus investimentos acumulem por um termo de vinte e um anos a partir da data de meu falecimento, e deverá periodicamente investir esse capital.

 

DEPOIS disso ele deverá pagar os rendimentos desse capital à Coroa.

 

SE ao expirar o dito prazo de oitenta anos o Senhor Jesus Cristo não vier, então o Comissário Público deverá pagar à Coroa toda a propriedade que tiver em nome de meu patrimônio.

Assinado pelo testador no dia 16 de abril de 1968

 

ASSINADO pelo dito Ernest Norman Digweed como o seu último testamento na presença de nós ambos estando presentes no momento, que em sua presença e a pedido e na presença um do outro logo a seguir subscrevemos nossos nomes como testemunhas:

Christopher Lucus Alexander Johnstone Clark

Public Trust Office
Ms Angela Muir
Public Trust Office
Stewart House
24 Kingsway
LONDON
WC2B 6JX
0171 664 7316

 

 


Outorga de legitimação do testamento de Ernest Norman Digweed

last-will-ernest-digweed-2b

Fonte: http://facend.info/intro/E_N_D/ENDLeg.htm

 

(clique na imagem para ampliar)


 

TRADUÇÃO:

Na Suprema Corte de Justiça

 

Cartório de Registro de Sucessão em WINCHESTER

 

Saiba-se que ERNEST NORMAN DIGWEED, residente em 48 Samuel Road Portsmouth Hampshire, morreu em 20 de setembro de 1976, domiciliado na Inglaterra, e saiba-se, outrossim, que na data logo abaixo escrita, o último testamento do mencionado falecido foi provada e registrada na Suprema Corte de Justiça (uma cópia da qual está anexada).

 

E a administração de todo o patrimônio por lei investido na representação pessoal do dito falecido foi concedida pela citada Corte ao: Comissário Público, do Escritório do Comissário Público da Kingsway Londres, WC2B 6JX, como executor único nomeado no referido testamento.

 

E está aqui certificado que uma conta de rendimentos foi entregue, na qual se mostra o valor bruto do referido patrimônio no Reino Unido, no montante de $ 26.406,07 libras esterlinas (valor líquido $ 26.107,08 libras esterlinas).

 

Datado de 6 de janeiro de 1977.

 

 



O testamento foi registrado em janeiro de 1977; pode ser encontrado neste website:

 

https://www.gov.uk/search-will-probate

 

uk-ernest-digweedb


Registro jornalístico:

newsclips

 

 

 

 

 



 



anuncio inri tv menor

DOAÇÕES À SOUST

Veja como participar da
missão de INRI CRISTO

Para refletir...

Font Size Larger Font Smaller Font

"O orgulho é o gestor da ignorância. O brio é a luminosidade do caráter."

INRI CRISTO

Newsletter da SOUST

Digite seu e-mail:


RSS Feed Image Inri Cristo via RSS

Depoimentos

As palavras de INRI CRISTO refletem o mais elevado estado de lucidez, coerência, realismo. Que as mensagens de INRI neste site possam tocar os corações e iluminar as consciências. Num mundo conturbado pela violência, incompreensão, preconceitos, antagonismos... é necessário abrir as portas da espiritualidade para desfrutarmos momentos de alegria e paz interior, que nos fortalecem e nos tornam mais humanos.

Adeí Schmidt
Discípula de INRI CRISTO, Brasilia
Sep 16, 2011

Visitantes online

Nós temos 43 visitantes online

Redes sociais:

  • Facebook Page: 139052659514125
  • Flickr: inricristo
  • Twitter: _INRICRISTO
  • Vimeo: 27506247
  • YouTube: INRICRISTOnaWeb

banner app inricristonaweb

SOUST - Uma escola mística e filosófica

A SOUST é uma Escola Mística e Filosófica onde o Mentor Regente INRI CRISTO ensina os seres humanos a viver harmoniosamente em simbiose com DEUS, coerente com o que disse há dois mil anos e suas palavras valem para sempre: "Buscai, pois, o Reino de DEUS e sua justiça, e todas as outras coisas vos serão dadas por acréscimo" (Mateus c.6 v.33).

Leia mais

 

Como participar da missão de INRI CRISTO?