Font Size Larger Font Smaller Font

24.6.04


ENTREVISTA COM INRI CRISTO - PARTE 3

mundo simio 11
 

O Mestre pregava com fervor quando ainda era um simples profeta, sempre acompanhado por um copo de boa cerva para molhar as palavras

O MESTRE NOS REVELA O SEU DIFÍCIL COMEÇO, E A DUREZA QUE FOI CHEGAR DE SIMPLES PROFETA A FAMOSO MESSIAS. CONTA AINDA QUE O SEU LANÇAMENTO FOI ABORTADO PELO AZAR DE O "BONEQUINHO" SER DE FERRO, MUITO DURO DE QUEBRAR.

Pois é, meus caros. Ninguém começa como Messias. É preciso ralar muito até chegar no ápice da carreira de filho de Deus. O INRI mesmo começou lá de baixo.

Era como simples profeta que ele vaticinava acontecimentos mirabolantes, ao lado de uma garrafa de birita, nos bares em que militava - certamente o único ambiente que continha pessoas abertas e dotadas de bom senso suficiente ao entendimento de suas avançadas idéias.

Mas veio então a revelação, da parte do seu Pai: era preciso demonstrar a todos que ele era a reencarnação de Jesus, aquele mesmo lá da Galiléia. O Pai ordenou-lhe então que "fizesse uma revolução em Belém do Pará e arrancasse o bonequinho da cruz perante milhares de pessoas, rompendo definitivamente com a minha antiga Igreja".

Mas tempos antes, o INRI confessa, ele já tentara fazer a revolução. No entanto, apesar de apoiado por mais de 3.000 pessoas, não pôde em Caxias do Sul quebrar o boneco: o miserável artesão que fez o ícone o construíra com ferro. Aí não deu pra quebrar o danado. "Serviu só de balão de ensaio, entendeu?" - explica o Mestre.

MS: Qual foi a sua intenção ao criar a SOUST, Suprema Ordem Universal da Santíssima Trindade?

INRI: Na verdade, não é intenção. Eu não escolhi fundar uma nova ordem religiosa. Eu não escolhi dizer que sou Cristo. E ninguém é obrigado a crer. Eu cumpro uma ordem divina. Então, a SOUST nasceu da santa cólera do meu Pai, ao ver que a minha Igreja anterior se prostituíra, se transformara na meretriz do Apocalipse 17.

Quando eu me chamava Jesus, eu disse assim: "Pedro, tu és pedra e sobre esta pedra eu edificarei a minha Igreja", no singular. "Mas as portas do inferno não prevalecerão contra ela". Agora as portas do Inferno estão prevalecendo sobre a minha Igreja: Inquisição, venda de indulgências, venda de sacramentos... Eu disse: "Ide, curai os enfermos, ressuscitai os mortos, limpai os leprosos, expeli demônios, dai de graça o que de graça recebestes" (Mateus, 10, versículo 8). Eles cobram para casar, para batizar e até para enterrar os chamados mortos.

Então meu Pai determinou que eu fizesse uma revolução em Belém do Pará e arrancasse o bonequinho da cruz perante milhares de pessoas, rompendo definitivamente com a minha antiga Igreja. Eu fui boicotado pela imprensa. Eu só fui mostrado sendo preso, mas tudo mais foi filmado. A revista Veja escreveu uma lacônica matéria, escrita por um free-lancer, e nunca me deu o direito de me expor. Apenas qualificou-me de louco. Eu fui submetido por conta desse ato, oficialmente, a um exame psiquiátrico, por uma junta psiquiátrica, nomeada pelo Dr. Jaime dos Santos Rocha, que afirmou que nem no dia do Juízo Final poderiam dar um diagnóstico, porque eu atuo numa outra esfera, e eles não me alcançam para me avaliar. Tudo isso aconteceu e ficou escondido.

Mas, respondendo à sua pergunta, o motivo pelo qual eu fundei a minha Igreja é este: por mais que eu seja desprezado, por mais que ignorem a minha Igreja, eu fiz a minha parte. Quanto ao desprezo, à reprovação que eu venho sofrendo há mais de vinte anos, isso está previsto. Em Lucas, capítulo 17, versículo 35, está escrito que eu seria rejeitado por minha geração antes do dia de glória do Senhor. Está escrito também no Apocalipse, capítulo 1, versículo 14, que, quando chegasse o dia de glória do Senhor, eu estaria de cabelos brancos. Por enquanto ainda não estou com os cabelos brancos. E eu não tenho pressa. Ninguém nasce de cabelo branco. Logo, tem que esperar o tempo passar.

MS: E por que o senhor escolheu Belém do Pará para este ato simbólico?

INRI: Falaste bem: o Senhor escolheu. Eu já tinha percorrido o Brasil todo. Estive em todas as capitais brasileiras, nas principais cidades; em São Paulo, na Praça da Sé, no Rio de Janeiro, na Cinelândia, em Copacabana, o Brasil todo. E Ele disse que eu voltasse a Belém do Pará. A última capital que eu visitei no Brasil foi Macapá. E quando eu estava lá, o Senhor disse: "tu voltas a Belém (eu já tinha estado lá em 1.981), que lá é que vai ser o palco da Revolução". Porque até o nome combina, tem tudo a ver com o lugar onde eu haveria de renascer para humanidade, com um significado simbólico. Eu havia tentado praticar este ato em Caxias do Sul e ele foi abortado, porque o boneco era de ferro. Daí foi inútil, não deu pra fazer nada. E tinha 3 mil pessoas comigo lá. Serviu só de balão de ensaio, entendeu?

MS: Nós vimos muita gente acompanhando o senhor, tanto no ato de Belém do Pará quanto em procissões de que o senhor participa. Imaginamos, portanto, que essas pessoas sejam, digamos, seus seguidores. O senhor tem idéia de quantos seguidores o senhor tem hoje?

INRI: Eu não posso montar uma estatística. Primeiro, porque eu não cadastro as pessoas que vêm aqui. Segundo, porque, inclusive como testemunho da minha autenticidade e honestidade, eu tenho o tamanho da minha Igreja; eu sou o libertador, eu não cabresto ninguém. A pessoa vem aqui, toma a benção, arranja emprego se está desempregado e vai seguir a sua vida. Eu não obrigo ninguém a vir aqui, não cadastro. Só frequentam, no sábado, aqui, aqueles que deveras sabem quem sou. O restante vem e vai. Eu vejo nesses 20 e poucos anos que eu estou sediado aqui que vem muita gente, e tem muita gente que depois escreve de outro país, outra cidade, agradecendo, e seguem suas vidas. Uns entendem o significado da missão, outros não. Outras vêm até aqui pra tomar uma benção e depois vão agradecer a uma estátua. Eu não proíbo elas de fazerem isso, eu apenas olho com piedade. O coitado não enxergou que foi Deus que abençoou.

A entrevista continua...

Quem divulgar esta entrevista será agraciado com bênçãos do céu.

anuncio inri tv menor

DOAÇÕES À SOUST

Veja como participar da
missão de INRI CRISTO

Newsletter da SOUST

Digite seu e-mail:


RSS Feed Image Inri Cristo via RSS

Depoimentos

As palavras de INRI CRISTO refletem o mais elevado estado de lucidez, coerência, realismo. Que as mensagens de INRI neste site possam tocar os corações e iluminar as consciências. Num mundo conturbado pela violência, incompreensão, preconceitos, antagonismos... é necessário abrir as portas da espiritualidade para desfrutarmos momentos de alegria e paz interior, que nos fortalecem e nos tornam mais humanos.

Adeí Schmidt
Discípula de INRI CRISTO, Brasilia
Sep 16, 2011

Visitantes online

Nós temos 65 visitantes online

Redes sociais:

  • Facebook Page: 139052659514125
  • Flickr: inricristo
  • Twitter: _INRICRISTO
  • Vimeo: 27506247
  • YouTube: INRICRISTOnaWeb

banner app inricristonaweb

SOUST - Uma escola mística e filosófica

A SOUST é uma Escola Mística e Filosófica onde o Mentor Regente INRI CRISTO ensina os seres humanos a viver harmoniosamente em simbiose com DEUS, coerente com o que disse há dois mil anos e suas palavras valem para sempre: "Buscai, pois, o Reino de DEUS e sua justiça, e todas as outras coisas vos serão dadas por acréscimo" (Mateus c.6 v.33).

Leia mais

 

Como participar da missão de INRI CRISTO?