Font Size Larger Font Smaller Font

'A Cicuta' é um jornal universitário editado pelo Curso de Filosofia da UFMT (Universidade Federal do Mato Grosso)

1) INRI, quando e em que circunstancia foi que o senhor descobriu que era a reencarnação de Cristo?

INRI CRISTO: “Foi em setembro de 1979, quando o SENHOR conduziu-me ao jejum em Santiago do Chile. Sendo a primeira vez que jejuava, não sabia da necessidade de ingerir água, ou seja, 'jejuei a seco'. Meu corpo estava em vias de um processo de inanição. De repente, aquela voz que me comandava desde a infância – mas que até então eu não sabia quem era – disse, de forma mais imperiosa e veemente que nunca: “Levanta-te!”. Ao levantar, mareei porque quando se jejua o sangue demora subir à cabeça. Minhas mãos não me ampararam, bambearam para trás. Meus braços não me sustentaram e caí com o nariz no chão, como podeis ver até hoje a cicatriz resultante da queda. Então, em meio a uma poça de sangue, a voz disse: “As dores são necessárias, o sangue é necessário para que, quando te insultarem e reprovarem, te lembres que é o mesmo sangue que derramaste na cruz. Eu sou o DEUS de Abraão, de Isaac e de Jacob, Eu sou teu SENHOR e DEUS, e tu és meu Filho, o mesmo Cristo que crucificaram. E doravante caminharás sobre a Terra como um peregrino errante. Serás prisioneiro, expulso, humilhado, odiado. Pagarás para dormir e não te deixarão dormir, tua túnica estará suja e não terás quem a lave, muitos rirão e debocharão de ti para que conheças bem os corações de teus filhos, que são o teu povo. Mas Eu serei contigo”. Então Ele revelou o mistério do meu nome, cuja segunda letra estava invertida (Iuri # Inri). INRI é meu novo nome, o nome que paguei com meu sangue na cruz. I.N.R.I., o nome que Pilatos escreveu acima de minha cabeça quando eu agonizava na cruz, quando cuspiam em meu rosto, quando me humilhavam, quando se cumpriam as Escrituras. INRI é o nome que custou o preço do sague (“Ao que vencer... escreverei sobre ele o nome de meu DEUS... e também o meu novo nome – Apocalipse c.3 v.12). Na sequencia o SENHOR desvendou, como se fosse na tela de um filme, todo o meu passado, os estágios das anteriores encarnações. Eu que vos falo sou o Primogênito de DEUS, Adão, que reencarnei como Noé, Abraão, Moisés, David, etc., depois como Jesus e agora como INRI”.

2) E pra você, por que essa fascinação dos homens na data exata do fim do mundo? Porque já passamos por diversos “fins do mundo”, em 1999, 2001 e agora em 2012 etc... E como você é o Filho do Homem, poderia nos dar a data exata do juízo final ou nem você sabe?

INRI CRISTO: “A fascinação é a mesma dos meninos que se esforçam em construir castelos de areia na praia para depois assistir às ondas do mar vir destruí-los. Mas eu vos digo em verdade que o mundo em si não acabará, e sim haverá o fim deste mundo caótico. Ocorrerá uma grande limpeza no planeta, uma renovação, uma varredura de todas as imundícies que contaminam a Terra. E conforme já enunciei há dois mil anos, “quanto àquele dia e àquela hora, nem os anjos do céu sabem, nem o Filho do Homem sabe, mas só o PAI” (Mateus c.24 v.36). E é providencial que ninguém saiba, que ninguém tenha certeza de quando será, ao contrário viveríamos a antecipação do caos”.

3) Como o Sr. vê o numero crescente dessas igrejas evangélicas que pregam que a paz de Deus é dinheiro no bolso e carro na garagem?

INRI CRISTO: “Nisso cumpre-se rigorosamente o que anunciei quando me chamava Jesus; eu disse: “Orai e vigiai, que ninguém vos engane... porque muitos virão em meu nome, farão prodígios e enganarão a muitos, até os eleitos se possível fosse” (Mateus c.24 v.5 e 24). E os lobos em pele de ovelha vieram em meu nome antigo, obsoleto, Jesus, enganaram, fizeram prodígios, e com o fruto da delituosa chantagem do dízimo e venda de falsos sacramentos, adquiriram emissoras de rádio e televisão, que servem para fomentar a saga, a satisfazer a vontade deles de aumentar o número de igrejas. E essas igrejas todas, como bem disse Edir Macedo (fundador de uma delas) são obra do Satan. Quanto ao carro na garagem, é bom que esses impostores deixem o seu bem guardado pra não correr o risco de um roubar o carro do outro”.

4) E o crescente número da dita “bancada evangélica” no Senado e na Câmara Federal, onde a maioria deles tem uma interpretação antiquada e ultrapassada das passagens bíblicas? O senhor acha benéfico para o Brasil?

INRI CRISTO: “Esse ano, 2013, é o ano da descoberta. E esse ano paulatinamente o povo brasileiro vai descobrindo que Jesus é um nome obsoleto e que meu nome novo é INRI (Apocalipse c.3 v.12), o nome que paguei com meu sangue na cruz. Enquanto isso não acontece, os mercenários da fé continuarão ululando nas assembleias, nos farisaicos templos eletrônicos: “Aleluia! Jesus! Jesus!”. Mas quando o povo perceber que o obsoleto Jesus é vulgar, hoje é nome até de bandido, marginal, criminoso, etc. e reconhecer que meu novo nome é INRI, novos horizontes se descortinarão na terra de Santa Cruz... Então começarão a vislumbrar que só no SENHOR, meu PAI, o DEUS que fez os homens, existe verdadeira esperança; ainda existe luz no final do túnel. Sobre a bancada evangélica, só os evanjegues é que elegem esses lobos com pele de ovelha. Evanjegues por que? Porque eles vilipendiam o Evangelho que deixei antes de ser crucificado. E no Evangelho ensinei bem claro: “Tu, porém, quando orares, entra no teu quarto e, fechada a porta, ora ao teu PAI Celeste em segredo. Ele vê o que se passa em segredo e te abençoa” (Mateus c.6 v.6). Os evangélicos verdadeiros fazem isso, eles rezam em casa, não necessitam ir à igreja. Só os que vão à igreja acochar o cabresto é que dão votos para esses lobos e por isso a situação política está assim. Enquanto o Brasil não se despertar, continuará à mercê dos lobos revestidos em pele de ovelha. Mas a hora que se despertarem e descobrirem, insisto uma vez mais, que Jesus é um nome obsoleto, terminou a festa satânica”.

5) Não sei se o Sr. Sabe, mas o pastor deputado Marco Feliciano disse: ‘Africanos descendem de ancestral amaldiçoado por Noé; sobre o continente africano repousa a maldição do paganismo, ocultismo, misérias, doenças oriundas de lá (Ebola, Aids), fome... O que o Senhor acha dessa declaração, ele tem algum conhecimento em teologia ou só esta falando asneira?

INRI CRISTO: “Ele está falando o que os outros lobos em pele de ovelha não tem coragem de falar. Ele apenas teve um arroubo de sinceridade. Esse é o pensamento da maioria dos mercantilistas da fé, dos que vendem sacramentos... todos pensam igual porque na verdade são racistas. Esse aí apenas teve um momento em que deixou aflorar o que realmente pensava. Mas é óbvio que o que ele falou é asneira... O racismo é próprio dos ignorantes, porque em verdade o espírito não tem cor. Os ignorantes, que ignoram as leis divinas e a verdadeira teologia, são pessoas que não sabem que espírito não tem cor. Quanto a essas doenças, foram criadas em laboratório e enviadas para lá pelos brancos. Mas sobre tudo isso eu já falei há dois mil anos quando me indagaram sobre os sinais da minha volta; são as pestilências que enunciei (Mateus c.24 v.7). Justo os que pensam como esse “pastor” usaram o povo da raça negra para testar essas doenças; são os que cogitam a possibilidade de diminuir a população na Terra”.

6) Qual a sua opinião sobre os ditos seguidores de Cristo, que comandam os maiores nichos das igrejas evangélicas: bispo Edir Macedo, RR Soares, Malafaia e apóstolo Valdomiro? Pro Senhor eles são dignos de confiança?

INRI CRISTO: “Eles são aqueles de quem acabei de explicar anteriormente; são os produtores de esquizofrenia, produtores de cabresto, produtores de evanjegues, reitero uma vez mais (Mateus c.24 v.5 e 24). E por que o RR Soares (Rato Roedor Suado) insiste em induzir na televisão que os incautos paguem a conta dele? Porque ele e os demais lobos em pele de ovelha querem acochar o cabresto; pulam a parte que falei no Evangelho para orar em casa, no quarto, com a porta fechada (Mateus c.6 v.6). Se pudessem, eles até rasgavam essa parte da Bíblia. Mas estes indivíduos estão me prestando um grande, relevante serviço. Eles me poupam de perder meu tempo com os incautos que creem neles, que lhes ouvem e obedecem. Quando me chamava Jesus eu disse que, quando voltasse, muitos seriam chamados, e poucos os escolhidos (Mateus c.20 v.16). Os escolhidos de meu PAI não vão atrás deles. Quando apareço na mídia, mesmo num programa de humor, estou chamando todos. Mas a escolha quem faz é meu PAI, e Ele escolhe revelando aos escolhidos a minha identidade. E os outros são os outros. Se não houvesse esses falsos profetas, se eles não existissem, seria muito difícil a minha tarefa, seria muito difícil cumprir a minha missão. Como eu iria discernir os meus filhos dos evanjegues? Porque o cabresto deles é virtual, é invisível, não dá pra apalpar. E só através da conduta e do odor deles é possível identifica-los. Enquanto os evanjegues não chegam perto de mim, não posso sentir o odor, tampouco posso olhar na janela do espírito deles, que são os olhos. Por isso eu disse há dois mil anos que antes de mim, viriam os falsos profetas, que são esses aí. E também avisei – para aqueles que não sabem é bom insistir reiteradamente – que antes de ser reconhecido por toda a humanidade, eu seria rejeitado por minha geração (“Mas primeiro é necessário que ele sofra muito e seja rejeitado por esta geração. Assim como foi nos tempos de Noé, assim será também quando vier o Filho do Homem” – Lucas c.17 v.25 a 35). É justamente por esses que sou rejeitado. Eis outra página que, se eles pudessem, rasgariam da Bíblia. Há também a parte onde falo sobre a reencarnação, quando disse que João Batista era o Elias (Mateus c.11 v.13); se eles pudessem, também arrancariam isso da Bíblia. É bom que cada um analise o que acabei de falar e chegue às suas conclusões pessoais. Posso vos garantir que nada acontece na Terra sem o consentimento de DEUS, nada, absolutamente nada, porque Ele é onipresente, onisciente, onipotente. Então, se essas criaturas existem, esses lobos transvestidos de ovelha, é porque DEUS, meu PAI, permitiu, poupando-me assim do trabalho de fazer a triagem. A triagem é feita através da conduta dos evanjegues. E meu PAI disse claramente também que os filhos dEle logo perceberão que meu nome é INRI e vão repudiar o nome obsoleto (Jesus), porque é um nome incompleto. Meu novo nome é completo, INRI, o nome que custou o preço do sangue. Quero ainda frisar que não sou religioso, sou filósofo. Minha filosofia é a liberdade consciencial. Por isso sou contra todas as religiões, uma vez que religião, quando não é um equívoco, é um embuste; sendo meu PAI onipresente, onisciente, onipotente, ninguém consegue desligar-se dEle, ninguém consegue fugir dEle, logo não carece que alguém venha a te religar com Ele”.    

7) E o Chico Xavier e o Espiritismo?

INRI CRISTO: “O referido finado e a doutrina que ele pregava são produtores de cabrestos aveludados. O indivíduo que segue essa doutrina, cujo único teor válido, salutar, é a propagação da divina e eterna lei da reencarnação, fica girando em redondo, à mercê da esquizofrenia. Porque quando chega na hora do vamos ver, de reconhecer que o Filho de DEUS disse que ia voltar e voltou, sou eu que estou aqui, eles negam sob a alegação de que espírito evoluído não volta na Terra (até porque, segundo eles, “Jesus incorpora em médiuns nos centros espíritas”). Neste caso, eu é que faço uma pergunta: se espírito evoluído não reencarna, o que eu vim fazer aqui na Terra há dois mil anos? Enfim, já me pronunciei sobre isso no site www.inricristo.org.br , lá está minha opinião sobre Chico Xavier, Espiritismo e todos os lobos com pele de ovelha da laia dele”.

8) O que o Sr. tem a falar para as pessoas que acham que você é só mais um falso profeta, um aproveitador, ou só mais um maluco?

INRI CRISTO: “Tenho a falar para essas pessoas que, na luz de meu PAI, SENHOR e DEUS, que é em mim, continuo amando todas as criaturas que se movem sobre a Terra, obviamente coerente com a eterna e divina lei da igualdade, que consiste tão somente em distribuir-se desigualmente a desiguais na medida em que se desigualam. Então, assim como eu amo a ecologia e todos os integrantes da ecologia, eu também amo os lobos com pele de ovelha e os evanjegues. Afinal, são todos criaturas de meu PAI”.

9) E como o Sr. vê a situação atual de Brasília? Tá mais feio do que na sua época de Jerusalém comandada pelo Império Romano?

INRI CRISTO: “De acordo com estatísticas, Brasília tem no mínimo cinco mil seitas. Quem quiser ler a Bíblia e interpretar, interprete. Brasília é a minha noiva. Ela estava me esperando. É a Nova Jerusalém do Apocalipse c.21. E eu vim pra cá. Vim para o dia das núpcias com minha noiva. Mas não pude impedir os penetras que vieram antes, faz parte do jogo. Então Brasília tem essa faceta mística, por enquanto babujada pela presença dos donos dos cabrestos; mas ainda assim é a minha noiva. Quanto ao lado político, eu não posso permitir sequer que falem mal da minha noiva, que falem que Brasília tem culpa por ser a capital do Brasil e da América Latina, pode-se dizer. Não posso culpar Brasília por ser assim, porque meu PAI a formou assim. Eu tenho que administrar a realidade. Nem todos os que vem a Brasília são honestos. Assim como vieram os donos dos cabrestos das cinco mil seitas, também vieram os políticos corruptos de diferentes partes do Brasil, sem contar os que vieram de outros países. Brasília está aqui despejando energias positivas para quem vem. Mas o SENHOR, meu PAI, fará a triagem na hora certa; só ficará aqui na Nova Jerusalém os que Ele permitir. Os políticos corruptos sempre existirão, mas eles passam e Brasília fica”.

10) Falando nisso, qual a sua posição política, de direita ou de esquerda?

INRI CRISTO: “Ora, minha posição é o equilíbrio, meu filho. Eu tenho duas mãos, uma direita e uma esquerda, e eu estou no meio de minhas duas mãos. Então eu sou o equilíbrio, quer seja na política, na vida mística, em tudo. Os políticos de direita estão errados quando são extremistas, e os de esquerda estão errados quando são extremistas; o equilíbrio é a palavra-chave. Equilíbrio é o que meu PAI ministra naqueles que vem à minha presença. Porque o que o político da esquerda fala do da direita, e o da direita fala do da esquerda, é o que eu vejo em todos. Cada um deles opina uma coisa diferente, são lobos lutando com lobos. Então política é hoje uma palavra maculada. A política deveria ser a profissão mais sublime; o político deveria ser um conciliador, um líder administrador, um legislador... E o que sobrou hoje? O que é um político senão um indivíduo que compra e vende votos com o dinheiro do erário público? Eu não posso aprovar as atitudes deles, todavia continuo amando a todos. Em 1998 fui expulso do Congresso Nacional porque tentei advertir que o Brasil iria amargar uma sangrenta guerra civil caso não mudasse o sistema político priorizando a agricultura e a educação – o que gera inclusive segurança. Não gostaram do meu discurso e expulsaram-me do Salão Verde. O chefe de segurança convidou-me a acompanha-lo até a saída, eu e meu séquito, e nós o acompanhamos normalmente. Então essa é a minha opinião sobre política. Claro, mil pontinhos de reticências, porque três é muito pouco... A bem da verdade, pra falar sobre isso eu levaria muito mais tempo. Ainda falando em política, estou aqui articulando um plebiscito onde o povo possa decidir se quer ou não que eu fale livremente, mas por enquanto o povo continua gostando do cabresto, continua gostando da situação como ela é, e eu continuo cumprindo a vontade de meu PAI. Quando vejo as tempestades, as desgraças, as ruínas... fico pensando que o dia que meu PAI for o padroeiro do Brasil e deste continente, tudo será diferente. Eu não quero ser nada. Apenas mantenho a convicção de que um dia unicamente meu PAI será o padroeiro do Brasil, e o povo só se inclinará diante dEle, não diante de nenhuma estátua, porque então se cumprirá o que está em Isaías c.42 v.8 (“Eu sou o SENHOR, este é o meu nome; não darei a outro a minha glória, nem consentirei que se tribute aos ídolos o louvor que só a mim pertence”)”.

11) Qual a principal diferença que o Sr. percebeu quando reencarnou no sec. 20, já que Sr. viveu nos tempos bíblicos?

INRI CRISTO: “Quando reencarnei, não percebi diferença. Só comecei a perceber a diferença quando tomei consciência da minha identidade em 1979 e a assimilar o que estavam fazendo aqui na Terra usando meu nome antigo, obsoleto, Jesus; foi então que percebi como é que se multiplicavam as igrejas, como é que se encabrestavam as ovelhas incautas, enganadas... A partir daí posso concluir que há dois mil anos minha missão foi muito mais fácil. Naquela época eu falava numa praça pública, juntavam-se milhares de pessoas comigo e não havia concorrência. A concorrência naqueles tempos era só dos sacerdotes integrantes do Sinédrio. Atualmente, depois que comecei minha vida pública, dioturnamente eu dava murros em ponta de faca, pois quando ia à praça pública falar ao povo, tinha que enfrentar alto-falantes de pessoas mecanizadas para falar contra mim nesses lugares. Há dois mil anos não existiam as televisões, as rádios... e eu não posso, na minha condição de Cristo, comprar nenhuma rádio ou televisão, porque não posso mercantilizar com as coisas de meu PAI. Então a concorrência sempre foi muito desleal. Houve uma única exceção, em toda essa minha caminhada sobre a Terra, em que pude me servir da tecnologia sem ter que arcar com ônus. Estava em El Salvador, em plena guerra civil, e fui do hotel Camiño Real até a praça – em que pese terem advertido que eu não podia sair do hotel, fui assim mesmo... Quando cheguei na praça havia um cidadão com esses megafones gritando bem alto: “Jesus viene! Jesus viene! Jesus viene!” O povo estava lá escutando, com medo de tiros e balas perdidas... Quando o cidadão me viu, por um furtivo momento não teve como se controlar face à minha imagem e foi obrigado a dizer: “Jesus vino! Jesus vino!” Aí então pude usufruir do som dele, pois os que lá estavam me olharam, pediram-me bênçãos, despedi-me deles e senti minha missão cumprida em El Salvador. Foi a única vez que, numa praça pública, pude desfrutar do mecanismo de comunicação a meu favor. Nas outras vezes, sempre foi contra mim. Em Manaus, por exemplo, quando anunciei um dia antes pelo jornal que estava situado na principal praça, denominada Praça da Polícia, ao chegar lá no dia seguinte havia um sistema de som montado... Ao menos a polícia que estava no local naquele momento compreendeu que eu tinha direito de subir no quiosque e falar porque anunciara antes, então evacuou os donos dos cabrestos para que eu pudesse me pronunciar ao povo”.

12) Mudando de assunto... Falando assuntos mundanos. O que o senhor faz quando tem uma folga, já que ninguém é de ferro e o Sr. tem que relaxar... Quais os livros que o Sr. lê (tirando a Bíblia), quais as musicas que escuta e os filmes que assiste? E qual dos livros, músicas e filmes são seus favoritos¿ E as versões místicas que as suas fiéis cantam, o Sr. tem alguma participação na construção dos versos ou fica tudo a encargo delas¿ Algum artista ou gravadora já pediu pra vocês pararem de cantar a versão mistificada?

INRI CRISTO: “Eu não tenho estudo acadêmico, sou teodidata, mas meu PAI me instruiu e me induziu a ler muitos livros. Os livros que já li e recomendaria aos seres eretos, aos que tem sede de aprimorar os conhecimentos de uma forma abrangente, aos que apreciam estudar história a coleção inteira do Will Durant. Agora, de filosofia, pensamento profundo, recomendo Calila e Dimna, outrossim O Profeta, tradução Mansour Chalitta, O Principe de Machiavel, tão difamando, mas que foi um honesto e livre-pensador. Depois recomendo que leiam A Arte da Guerra, de Sun Tsu, O Poder da Cabala, escrito pelo Rabino Yehuda Berg, acompanhado de uma circular que expedi explicando o único equívoco nessa obra. Já para os que quiserem compreender um pouco de minha história e realidade, recomendo que leiam o Livro de Iniciação da SOUST, que explica resumidamente minha missão, bem como todas as perguntas que já respondi no site www.inricristo.org.br . Em todas as leituras, como já ensinei na Parábola dos Diamantes, tem que usar sempre o discernimento; a literatura assemelha-se a um celeiro cheio de palha e feno, e tem que se remover as palhas para encontrar os diamantes ocultos no intuito de formar a coroa da sabedoria. Nessa condição recomendo o livro A Profecia Celestina; é um livro metafórico e também recomendo para quem quiser meditar sobre as coisas espirituais. Mas, por se tratar de uma ficção, há que se remover as fantasias lá contidas, ficar só com a realidade, com os pés no chão, sempre. Quanto às músicas, a princípio eu amo música clássica. Vez por outra aparecem umas músicas que tem um conteúdo, que fazem bem aos meus ouvidos. Obviamente, ouço e recomendo, para quem quiser ouvir, as versões místicas que minhas filhas discípulas cantam sem ser profissionais; elas cantam por amor ao Reino de DEUS. Algumas versões elas foram inspiradas a compor, outras vieram de internautas simpatizantes. Como não há intenção comercial nessas músicas, logo nunca houve reivindicação para que as discípulas deixassem de cantar. Agora falando de filmes: amei recentemente assistir A Ilha do Medo, que requer muita atenção para ser assimilado. Apreciei a atuação do Leonardo Di Caprio nesse filme, bem como em Titanic, que não deixa de ser um plágio do filme O Destino de Posseidon. Prefiro mesmo os filmes que se situam num contexto histórico, a exemplo do filme Doutor Jivago (cujo enredo envolve a Revolução Russa de 1917), as séries Os Bórgias, The Tudors, Roma, etc. que assisti até pra conferir se meus estudos de antropologia, que incluem a história da humanidade, estavam bem reproduzidos na dramaturgia. Já assisti e apreciei Giordano Bruno, Ulysses, Horizonte Perdido, Instinto, Possuídos... cada qual contendo uma mensagem, um ensinamento salutar. A Chave Mestra, por exemplo, fala da transmigração em vida. É óbvio que já assisti aos filmes bíblicos: O Manto Sagrado, A História de Ruth, Ester... dentre eles, o mais próximo da realidade foi Moisés, com Burt Lancaster, que traz uma mensagem chocante no final. Na minha juventude, apreciava os clássicos de Farwest com atores consagrados, a exemplo de Duelo de Titãs, com Kirk Douglas, A Face Oculta, com Marlon Brando, Os Comancheros, com John Wayne, entre outros”.

13) Pra terminar, gostaria que o Sr. fizesse uma benção especial a mim, aos escritores, e aos leitores de A Cicuta.

INRI CRISTO: “Meus filhos, rogo a meu PAI, SENHOR e DEUS que vos inspire e ilumine facultando a assimilação de minhas palavras. Ó PAI, eterno e inefável, DEUS infalível, CRIADOR do Universo, das culminâncias do Teu reino, do trono do Teu poder, do alto do qual Teus olhos temíveis tudo descobrem, tudo veem, abençoe Teus filhos com saúde, luz e justiça, porque tua é toda a glória para todo o sempre, ó PAI! Que a paz seja com todos! Até sempre!”

anuncio inri tv menor

DOAÇÕES À SOUST

Veja como participar da
missão de INRI CRISTO

Newsletter da SOUST

Digite seu e-mail:


RSS Feed Image Inri Cristo via RSS

Depoimentos

As palavras de INRI CRISTO refletem o mais elevado estado de lucidez, coerência, realismo. Que as mensagens de INRI neste site possam tocar os corações e iluminar as consciências. Num mundo conturbado pela violência, incompreensão, preconceitos, antagonismos... é necessário abrir as portas da espiritualidade para desfrutarmos momentos de alegria e paz interior, que nos fortalecem e nos tornam mais humanos.

Adeí Schmidt
Discípula de INRI CRISTO, Brasilia
Sep 16, 2011

Visitantes online

Nós temos 159 visitantes online

Redes sociais:

  • Facebook Page: 139052659514125
  • Flickr: inricristo
  • Twitter: _INRICRISTO
  • Vimeo: 27506247
  • YouTube: INRICRISTOnaWeb

banner app inricristonaweb

SOUST - Uma escola mística e filosófica

A SOUST é uma Escola Mística e Filosófica onde o Mentor Regente INRI CRISTO ensina os seres humanos a viver harmoniosamente em simbiose com DEUS, coerente com o que disse há dois mil anos e suas palavras valem para sempre: "Buscai, pois, o Reino de DEUS e sua justiça, e todas as outras coisas vos serão dadas por acréscimo" (Mateus c.6 v.33).

Leia mais

 

Como participar da missão de INRI CRISTO?